quinta-feira, 12 de novembro de 2015

XV Feira de vinil - Instituto Bennet, 08 de novembro.


              Mais um dia feliz. Ou um dia de fúria, tal o enxame de pessoas que já se acotovelavam nos stands nas primeiras horas... E assim permaneceu até – pelo menos – umas 18:30 hs. Foi a XV feira de vinil no Instituto Bennet. Muitos expositores novos se fizeram presentes, como o pessoal da Engenharia do Vinil (Centro SP) e a Informal discos (que faz parceria atualmente com a Mara Records). Outros da capital paulista que já tem participação tradicional como a Zoyd (da galeria do Rock) e a BigPappa Records se fizeram presentes. Outros destaques foram a Sensorial Discos (SP) que trouxe lp´s lacrados da última geração indie, a  Zoeira (SP) com seu tradicional furgão azul,  a já famosa Tropicália (com seu staff super gente boa), o Jerry (com seus itens sempre bem cuidados) e a Renaissence da Tijuca entre mais de 60 expositores.
 
 
                A feira organizada pela Satisfaction Discos (RJ) trouxe como plus 2 ex-integrantes da banda setentista Azymuth (foto acima) que estiveram pelos corredores dando a esta edição um charme especial.  Eles receberam o troféu Feira do Vinil do Rio 2015 das mãos do organizador do evento, Marcelo (ao fundo na mesma foto). Junte-se a isto a venda de camisetas, cds, dvds e discotecagem na área 2 (pátio) e teremos os ingredientes ideais para um dia inesquecível para os fãs da bolacha negra. 

 
Ézio da Zoyd discos (esquerda) e Lúcio da Sensorial discos (direita) 
 
                Também agora – e para futuras feiras – o Instituto serve almoço na própria cantina do local, o que é garantia de conforto para os ávidos garimpadores que não querem se afastar de seu local sagrado nem perder tempo em dias como estes nem mesmo para encher a pança...! Fica apenas a ideia – se já não está sendo feito – para que a organização possa publicar na rede a doação para a Casa de Francisco de Assis dos alimentos não perecíveis que é pedida como entrada para o evento. Transparência é sempre bom nestes casos, certo?

                           
                             Junto ao batera do Azymuth (Mamão) e perdido no paraíso.

                Sem dúvida - e mesmo sem conhecer muitas - esta está entre as 3 melhores feiras de vinil do  país. Seguem os itens comprados:
  • Born sandy devotional - The Triffids;
  • Roupa nova (83);
  • Choque - Kiko Zambianchi;
  • The greatest hits of the Lovin´ Spoonful (import);
  • Main course - Bee Gees;
  • Tudo passará - Nelson Ned;
  • Autobahn (capa azul) - Kraftwerk;
  • A la demand espéciale - Charles Aznavour;
  • Speak like A child - The Style Council (compacto import);

 









 

 

 

 

 

 


 

 








5 comentários:

  1. muito bom!!! Em nome da produção, agradeço o carinho pela feira!

    ResponderExcluir
  2. Ótima postagem. Deve ter sido mesmo uma baita feira. Por aqui teve recentemente também.
    Sai de lá com George Benson, Freddie Hubbard e Iron Maiden.

    Por coincidência, ou não, uma das minhas últimas aquisições foi um Azymuth!

    ResponderExcluir
  3. Em 12 de novembro o Ézio da Zoyd discos (Galeria do Rock, SP) nos escreveu o seguinte:
    "Parabens , muito legal....de uma forma simples e objetiva voce fez um traçado geral da feira. Valeu, abraço"
    Agradeço eu a visita, cara!

    ResponderExcluir
  4. Delícia de programa deve ter sido participar da feira!

    Amigo Álvaro, se me permite a sugestão, talvez seja legal dar uma mudada na cor da fonte dos textos pq com esse fundo fica difícil de ler texto branco.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Caro Rodrigo, sim, esta feira a gente passa o dia inteiro e o único cansaço é ficar de pé muitas horas...rs. Vou verificar se o pano de fundo pode ser mais escuro - assim facilita a leitura. Sou grato por tua visita!

    ResponderExcluir